terça-feira, 23 de agosto de 2011

Resenha de Para Sempre - Alyson Nöel


Título: Para Sempre
Série: Os Imortais
Autor: Alyson Nöel
Ano: 2009
Páginas: 304
Editora: Intrinseca
Sinopse:
Ever Bloom tinha uma vida perfeita: era uma garota popular, acabara de se tornar líder de torcida do principal time da escola e morava numa casa maravilhosa, com o pai, a mãe, uma irmãzinha e a cadela Buttercup. Nada no mundo parecia capaz de interferir em sua felicidade, o céu era o limite! Até que um desastre de automóvel transformou tudo em um pesadelo angustiante.
Ever perdeu toda a sua família. Mudou de cidade, de escola, de amigos, e agora, além de todas essas transformações em sua vida, ela precisa aprender a conviver com uma realidade insuportável: após o acidente, ela adquiriu dons especiais. Ever enxerga a aura das outras pessoas, pode ouvir seus pensamentos e, com um simples toque, é capaz de conhecer a vida inteira de alguém. É insuportável. Ela foge do contato humano, esconde-se sob um capuz e não tira dos ouvidos os fones do i-pod, cujo som alto encobre o som das mentes a seu redor.
Até que surge Damen. Tudo parece cessar quando ele se aproxima. Só ele consegue calar as vozes que a perturbam tão intensamente. Ever não entende o porquê disso, mas é incapaz de resistir à paz que ele lhe proporciona, à sensação de, novamente, ser uma pessoa normal. Ela não faz ideia de quem ou o quê Damen realmente é. Sua única certeza é estar cada vez mais envolvida… e apaixonada.
 Resenha:

Ever Bloom é uma garota de 17 anos transtornada. Depois da morte de seus pais, sua irmã e sua cadelinha, Ever se tornou uma garota exclusa e passou a se sentir culpada pela morte de todos. Misteriosamente adquire poderes, podendo ver o fantasma da irmã, que decidiu não atravessar a ponte para “o outro lado” e que a visitava todos os dias, além de também poder ler pensamentos.
O colégio passou a ser seu inferno particular, onde para ter paz, ela necessitava se esconder embaixo de moletons com capuz largo, óculos de sol e privar seus ouvidos das vozes com seu iPod no volume máximo.
Esse quadro muda depois da chegada do misterioso Damen Auguste, o garoto de 17 anos emancipado que vive numa mansão na cidade. O garoto simpático, bonito e charmoso esconde obscuros segredos sobre sua vida, dos quais Ever descobrirá fazer parte também.
Logo que se tornou imortal, novos problemas surgem... Nem sempre há como fugir.


Comentários:

A história nos faz lembrar de muitos outros livros que também fizeram/fazem um enorme sucesso, a mesma menina indefesa e inocente que se envolve com o cara misterioso, mas fora isso você se surpreende. Afinal, em "Os Imortais" subentende-se que o livro é sobre vampiros e não é.
A narrativa é ótima, o livro te envolve e você precisa saber o que vem depois... É quando se dá conta que puft, acabou o livro.

Alyson Nöel usa a narração em primeira pessoa em sua história, deixando uma visão limitada e ao mesmo tempo abrangente dos fatos. Limitada porque só se sabe da opinião de Ever, dos sentimentos dela e mais nada. E abrangente pelo fato de entendermos os dons de Ever de uma maneira mais explícita.




1 comentários:

Vanessa Vieira disse...

Parabéns pela resenha Liliana! Já li a saga Os Imortais e confesso não ter gostado muito. A estória é fraca e Ever é uma personagem totalmente irritante. Beijos!

REDES SOCIAIS:

Twitter YouTube Facebook

FACEBOOK

SEGUIDORES

ARQUIVOS

EDITORAS PARCEIRAS:

Editora iD Farol Editora DCL

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tecnologia do Blogger.

BLOG PROTEGIDO:

myfreecopyright.com registered & protected