quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Minha Homenagem a Harry Potter.

 Todos nós fomos crianças um dia, e crianças (e não apenas elas) adoram magia, aventura e fantasia. E esse, é o mundo de Harry Potter.



Criado pela minha autora preferida, (e também tudo o que eu sonho em ser...rs)  J.K. Rowling encheu de sonhos a vida de muitas crianças. Famosa por escrever em bares, com a primogênita ao lado no carrinho, ela enfrentou uma série de dificuldades até atingir a riqueza e a fama como escritora , passando-se longos anos até que o Harry Potter e a Pedra Filosofal chegasse às prateleiras, com a ajuda de seu agente literário Christopher Little.


A Criação de Harry Potter
Quando o namorado de Joanne em Exeter foi morar em Manchester, Joanne passou a procurar um apartamento lá, para morar perto dele, mas foi uma escolha errada, como se veria depois, embora J.K. tenha dito que "mesmo se pudesse, não voltaria atrás". Para os fãs de Harry Potter, essa decisão talvez tenha sido boa: voltando para Londres após procurar sem sucesso um lugar para morar em Manchester, Joanne criou em sua mente (no momento só na mente, já que não tinha papel nem caneta, o que não é comum) um personagem que mudaria o curso da literatura juvenil. O trem em que ela viajava quebrara e Joanne utilizou-se desse momento para criar o que viria a ser um sucesso mundial. Os motivos são incertos, mas de acordo com J.K.:


"A ideia de Harry Potter surgiu de repente em minha mente [...] e nenhuma outra ideia tinha me animado tanto quanto essa." — J.K.Rowling
Isso foi em Junho de 1990, quando os primeiros rascunhos de Harry Potter tomaram forma e no fim do mesmo ano, ela instalou-se em Manchester. Para passar o tempo, Joanne escrevia e os personagens de Harry Potter cresceram e amadureceram numa caixa de sapato.
Depois da morte da esposa de seu pai (Pete), Joanne voltou infelicíssima para Manchester, onde descobriu que o apartamento em que vivia fora assaltado, e depois de uma séria briga com o namorado, deu entrada no Bournville Hotel, na periferia da cidade. Foi no quarto desse hotel que surgiu o famoso esporte dos bruxos, o Quadribol.


Depois de muitas recusas de outras várias editoras (o número é incerto, e já variou de 8 a 12 editoras), os originais foram parar na Editora Bloomsbury, nas mãos de Barry Cunningham, à época coordenador da recém-criada, e não tão prestigiada, divisão de livros infantis, que decidiu publicar o livro. Aparentemente, essa decisão também foi influenciada por Alice Newton, filha do diretor-executivo da Bloomsbury, que gostou do livro. Na divisão infantil trabalhavam Rosamund de la Hey e Sarah Odedina, que ajudaram Rowling e tornaram-se suas amigas. Barry não trabalha mais na Bloomsbury. Seu lugar foi ocupado por Emma Matthewson.


Christopher Little então pediu que Joanne assinasse com suas iniciais. Nesta ocasião, Joanne Rowling agregou, como nome do meio, o nome da avó, Kathleen, originando a famosa assinatura J.K.Rowling.


Entrementes Barry Cunningham a aconselhou a arranjar um trabalho, e Joanne conseguiu um emprego na Academia de Leith, como professora de francês, e conseguiu uma bolsa de oito mil libras esterlinas do Conselho Escocês de Artes, devolvendo parte do prêmio depois do sucesso de sua série. Mas nesta época ela esteve sempre esperando pela publicação de Harry Potter e a Pedra Filosofal, que ocorreu em 30 de Junho de 1997. A primeira edição foi pequena, 1000 exemplares, 500 dos quais para bibliotecas. Atualmente um exemplar desses alcança o valor de 25000 libras
O sucesso do primeiro livro abriu as portas para o segundo, e desde então os olhos voltavam-se sempre para o lançamento do livro seguinte.


O Fim
A revelação do nome do sétimo livro, em 21 de Dezembro de 2006, foi o prenúncio de que a série chegava de fato ao fim. Em fevereiro de 2007 apareceram as notícias sobre a assinatura que J.K.Rowling havia deixado em um busto no Hotel Balmoral, em Edimburgo, anunciando que num quarto daquele hotel ela havia terminado o livro Harry Potter e as Relíquias da Morte. Durante um ano enquanto finalizava o livro, ela permitiu que a filmassem para um documentário, que foi ao ar pela primeira vez em 30 de Dezembro de 2007. Esse documentário, chamado Um ano na vida de J.K.Rowling, ou no original J K Rowling… A Year In The Life, mostra diversos aspectos até então desconhecidos da autora. É possível ter vislumbres de sua mansão na Escócia, e ver J.K.Rowling reduzida a lágrimas ao retornar para o apartamento no bairro de Leith onde finalizara o primeiro livro da série, que completou uma década desde sua publicação.


Quem não viu o documentário  deveria ver, afinal, não é todo dia que temos a oportunidade de ver todo o processo de Relíquias da Morte. O documentário é emocionante e curioso. Vemos J.K.Rowling escrevendo RDM, e expondo sua  opinião  sobre o livro. Vejo muitas pessoas, não concordarem com o final, porém não vejo os mesmos, se perguntarem porque foi escrito assim... Para os interessados, documentário está disponível nos sites :  Potterish ou doidosporhp .


Sei que é triste, vermos o fim, mas temos que nos lembrar a cada instante, que devemos guardar na lembrança, os momentos bons. Os grandes artistas, assim como suas obras jamais serão esquecidos, enquanto houver um admirador.


Inspirações:

J.K. nunca disse todos os autores que a inspiraram, e muitos são baseados apenas em suspeitas de fãs. Quanto a livros infantis, ela menciona sempre O Cavalinho Branco, de Elizabeth Goudge e os livros de Edith Nesbit. Um outro clássico para crianças que provavelmente inspirou Rowling é O Vento nos Salgueiros de Kenneth Grahame. É possível perceber certas semelhanças de temperamento entre os personagens animais de Grahame e os humanos de Joanne, e esse é um dos livros infantis favoritos da autora, lido por seu pai quando ela ainda era criança.
A influência que vem de J.R.R.Tolkien e de seu amigo C.S.Lewis existe, mas é discutida. A biografia de J.K. afirma que ela adorava O Senhor dos Anéis e gostava de As Crônicas de Nárnia. Já um texto publicado na revista Time afirma que ela não terminou de ler nenhum dos dois. Rowling disse em uma outra entrevista que leu O Senhor dos Anéis quando jovem, mas que a relação dessa obra com sua própria é "meramente superficial". Sobre essa influência, J.K. comenta:


"Penso que, se deixarmos de lado o fato de que os livros falam de dragões, varinhas mágicas e magos, os livros de Harry Potter são muito diferentes, especialmente no tom. Tolkien criou toda uma mitologia. Não penso que alguém possa dizer que eu tenha feito isso. Por outro lado, ele não criou um personagem como o Dudley Dursley. "— J.K.Rowling


Quanto a C.S.Lewis, ela afirmou que leu os livros e disse:


"Eu pensei no caminho para Nárnia através do guarda-roupas na cena em que dizem para Harry atravessar a barreira na Estação King's Cross - ela se dissolve e lá está a Plataforma Nove e Três-quartos, e o trem a Hogwarts." — J.K.Rowling

Jane Austen, sendo autora preferida de J.K., foi confirmada como fonte: podemos perceber a ironia de J.K. assim como nos livros de Austen, e o final é sempre um mistério







Fonte

6 comentários:

Vanessa News disse...

Respondendo a sua pergunta Liliana, basta você entrar nos sits bannermaker ou bannerfans e criar um banner selecionando a opção com caixinha de código HTML.
Se ainda assim permanecer a dúvida, me adicione no MSN que eu te explico o passo-a-passo
vanessa_tecnica@hotmail.com
Beijos!

Amanda disse...

Haary Potter marcou uma fase da minha vida e todos temos que agradecer a Rowling por mudar a forma de literatura que conheciamos.
bjs

BMBastos disse...

Muito legal a sua homenagem.
Ela merece, por ter uma mente tão criativa.
Beijos'

Bloqueira disse...

nossa falando sério mesmo, quando penso que Harry Potter, vai acabar chega a me dar vontade de chorar :(
J K Rowling é fantastica.

Luciane disse...

Lindo !
parabéns pelo todo conteúdo do blog.
simplesmente adorei.

fatoselivros disse...

Fico triste em pensar que não terei mais a ansiedade louca de comprar o próximo volume de Harry Potter.
Adoooro! *.*
Pri

http://fatoselivros.blogspot.com/

REDES SOCIAIS:

Twitter YouTube Facebook

FACEBOOK

SEGUIDORES

ARQUIVOS

EDITORAS PARCEIRAS:

Editora iD Farol Editora DCL

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tecnologia do Blogger.

BLOG PROTEGIDO:

myfreecopyright.com registered & protected