quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Resenha: O último olimpiano, de Rick Riordan

Livro: O último olimpiano Série: Percy Jackson e os Olimpianos
Autor (a): Rick Riordan
Páginas: 383
Editora: Intrínseca
Resenha por: Nanda / Lili / Laís

Sinopse: Os meios-sangues passaram o ano inteiro preparando-se para a batalha contra os Titãs, e sabem que as chances de vitória são pequenas. O exército de Cronos está mais poderoso que nunca, e cada novo deus ou semideus que se une à causa confere mais força ao vingativo titã.

Enquanto os Olimpianos se ocupam de conter a fúria do monstro Tifão, Cronos avança em direção à cidade de Nova York, onde o Monte Olimpo está precariamente vigiado. Agora, apenas Percy Jackson e seu exército de heróis podem deter o Senhor do Tempo.

Nesse quinto e último livro da série, o combate se acirra e o mundo que conhecemos está prestes a ser destruído. O destino da civilização está nas mãos do semideus anunciado na antiga profecia, e Percy está perto de completar dezesseis anos – a dúvida é: o herói será ou não capaz de tomar a decisão correta?

Depois de quatro livros eletrizantes, chegou a volume que nos guia para a descoberta do destino do semideus Percy Jackson – pelo menos até The Lost Hero ser lançado. Em O último olimpiano, o herói e seus amigos estão destinados a travar a batalha final contra Cronos, o Senhor dos Titãs e Nova York, o lar do Olimpo, não poderia deixar de ser o cenário dessa história.

É hora de desvendar os mistérios do destino de Percy, Annabeth, Grover, Tyson, Rachel e até mesmo do vilão Luke. Depois de quatro livros enfrentando missões diversas (desde o confronto com Medusa até o mergulho nos mistérios do Labirinto de Dédalo), a temida profecia dos dezesseis anos, que nos deixa curiosos e apreensivos desde o Ladrão de Raios, o primeiro volume da saga, finalmente é explicada. Além disso, você conhece outros personagens, novos heróis, deuses que ainda não haviam sido citados, como Héstia, uma deusa importantíssima para o desfecho. Nesse quinto livro, a batalha toma proporções gigantescas e o ritmo da narrativa é impressionante. Percy enfrenta desafios a cada capítulo e preparar-se para a batalha e liderar Acampamento Meio-Sangue são caminhos cheios de obstáculos. E você se vê grudado ao livro, de coração na mão.

Vale destacar a solução encontrada por Rick Riordan para travar uma guerra em meio a maior metrópole do Ocidente, com pessoas circulando invariavelmente: inteligentíssima! Não deixe de reparar neste detalhe, que é mais uma prova do vasto conhecimento do autor sobre as antigas lendas gregas.

O escritor nos leva ao mundo da Mitologia Grega, habitando por incontáveis personagens interessantes, apresentados sob o humor singular de Riordan, fazendo com que sua obra seja ainda mais cativante. A finalização da história é um pouco clichê, mas agrada bastante. É difícil não se apaixonar pela leitura fácil e leve, cheia de aventura, banhadas em verdadeiras aulas sobre cultura grega.

Não dá para compartilhar a história inteira e enfatizar todo o talento de Rick Riordan. O mais legal é ler este último e fascinante volume – o mais rápido que você conseguir! O Último Olimpiano encerra a saga já deixando saudades, mas deixa a porta aberta para novas aventuras com novos personagens (já anunciadas e em produção). Ao que tudo indica, para o nosso alívio e consolo, não ficaremos totalmente carentes de Percy Jackson, apesar da falta que suas aventuras farão.

Fonte

0 comentários:

REDES SOCIAIS:

Twitter YouTube Facebook

FACEBOOK

SEGUIDORES

ARQUIVOS

EDITORAS PARCEIRAS:

Editora iD Farol Editora DCL

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tecnologia do Blogger.

BLOG PROTEGIDO:

myfreecopyright.com registered & protected