quarta-feira, 4 de agosto de 2010

MALKIN, Nina. Swoon.

Rio de Janeiro: Galera Record, 2010.360p.
Resenha by : viagemliteraria.com.br

“O que fazer quando o garoto dos seus sonhos é mau demais para ser verdade?”

Em uma trama sobrenatural inovadora, o romance por vezes cede lugar ao terror e ao suspense, o sentimento de vingança sobrepuja o amor, o desejo vence a razão e os moradores de uma pacata cidade nunca mais serão os mesmos. Cuidado com os fantasmas que assombram Swoon de Nina Malkin.

Em Swoon, Connecticut , uma pequena e tradicional cidade sulista, seus moradores corretos e bem comportados curtem mais um calmo verão no interior. Logo todos eles perceberão que a perfeição não existe, que a tragédia pode atingir a todos e maldade pode atiçar vários corações.

Recém exilada de Nova York, Candice tenta da melhor forma possível se adaptar a esta nova vida, enquanto se recupera de um grande trauma. Deixou o passado bem escondido e até que gosta de sua nova e tranqüila vida.

Ela e sua prima Penélope, estão sempre juntas. Pen é um exemplo de beleza, bondade e perfeição, os garotos caem a seus pés e ela só precisa olhar em determinada direção para conquistá-los. Dice tenta apenas ignorar seus estranhos dons sobrenaturais e curtir a vida no campo, mas se não bastasse as visitas de sua amiga morta Ruby, um espírito desencarnado resolve possuir o corpo de sua prima.

Sinclair Youngblood Powers morreu a quase trezentos anos atrás, enforcado injustamente pelo assassinato de sua esposa e agora está de volta a cidade, e quer se vingar de seus algozes. Possuindo o belo corpo de Penélope, ele toma pleno poder de suas ações, e logo, a bondosa Pen, deixa de ser um modelo de boa moça. Só Dice sabe o que realmente está acontecendo e precisa impedi-lo.

Qual o melhor jeito de afastar um fantasma do corpo de sua prima? Mesmo que este fantasma seja lindo de morrer e ela tenha uma queda por ele? A saída é exorcizar aquela alma penada, mas algo sai muito errado.

Agora Sinclair acidentalmente voltou como um rapaz de carne, osso e gostosura, com todo seu charme, sedução e mais poderoso do que nunca. É preciso detê-lo antes que destrua toda a cidade, mas a cada dia ela está mais apaixonada por ele.

“A luz da lua surgiu no meio das nuvens bem na hora que abri meus olhos. E lá estava ele. Segurando minhas mãos, elevadas como uma ponte entre nossos dois corações, o garoto mais bonito que eu jamais tinha visto.”

No começo do livro surge um triangulo amoroso meio bizarro, já que Candace se apaixona por Sinclair enquanto ele ainda está possuindo o corpo de sua prima, mesmo que ela pudesse vê-lo no alto de sua morenice, sentir suas mãos calejadas e seu sorriso fatal e escutar sua linda voz. Depois temos Sinclair em carne e osso, muito charme e pura confusão.

E é ai que a trama tem vários altos e baixos. Tiveram algumas inconstâncias na relação de Dice e Sinclair e Penélope ficou no meio de tudo, sem um papel definido. Já Sinclair por um lado tem todo aquele comportamento do século passado (uma mistura do Jesse de A mediadora com a maldade do Damien de Diários do Vampiro), mas não se assusta nem um pouco com a modernidade.

Algumas coisas me incomodaram muito, como a quantidade de bebidas e drogas consumidas pelos adolescentes. Imagine uma cidade do interior, onde os adolescentes iam passear de carroça, acompanhados sempre de muita maconha (teve hora que eu pensei que era tudo uma “viagem” coletiva rsrs). Mas acho que foi mesmo a intenção da autora.

“- Você é minha vida, mas não é meu propósito.”

A frase acima resume bem o relacionamento dos dois protagonistas, Dice estava apaixonada por Sinclair, mas ele estava muito mais interessado em sua vingança. Eu gostei deste distanciamento inicial, passa longe do romance, a atmosfera fica tensa e ele não aparenta se importar com ela em muitos momentos. Por outro lado, a cegueira dela em relação a ele me irritou em vários momentos. Mas Penélope muito sabiamente explica (rsrs): "Garotas fazem coisas imbecis por causa de rapazes. Vem com o estrogênio.”

Este é um livro para aqueles que gostam de histórias diferentes, com um carrossel de emoções e que surpreende no final, leia com a mente aberta. O livro provoca sensações conflitantes, uma hora você gosta dos personagens, em outros eles são extremamente irritantes. Fique atento para a critica social que a autora quis passar, ela contesta a hipocrisia da sociedade e quebra alguns tabus, com relação a sexo, drogas e homossexualidade.

O livro termina com aquele gostinho de quero mais, você fica curiosa para saber para onde vai caminhar a história, e fiquei feliz em saber que terá uma continuação (ainda sem título e data de lançamento definida). Quem leu conte aqui o que achou.
Site oficial da autora: http://www.ninamalkin.com/
Assistam o booktrailer: http://www.youtube.com/watch?v=HCMd0VlrcvI

A resenha ficou ótima, quero ler este livro. E a capa ficou simples, mas adorável, espero que vocês também tenham gostado (:

Fonte

0 comentários:

REDES SOCIAIS:

Twitter YouTube Facebook

FACEBOOK

SEGUIDORES

ARQUIVOS

EDITORAS PARCEIRAS:

Editora iD Farol Editora DCL

Feed

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

Tecnologia do Blogger.

BLOG PROTEGIDO:

myfreecopyright.com registered & protected